terça-feira, 15 de março de 2011

UM PÁIS CHAMADO MALI

MALI




Dados Gerais

Nome Completo: REPÚBLICA DO MALI
População: 13,3 milhões (ONU, 2010).
Capital: Bamako
Área: 1.250.000 quilômetros quadrados (482.077 milhas quadradas)
Principais línguas: Francês, Bambara, Fulbe, Songhai.
Principal is religião: Islamismo.
Expectativa de vida: 50 anos (homens), 51 anos (mulheres) (ONU).
Principais exportações: algodão, ouro, gado.
IDH (2010) 0,309 (160.º)
Moeda: Franco CFA
Mortalidade infantil: 128,5 mortes a cada mil nascimentos.
Alfabetização: 24,0% da população
Governo República Semipresidencialista - Presidente Amadou Toumani Touré



Perfil

O Mali é composto por diversos grupos étnicos da África subsaariana. As exceções são os tuaregues e Maurs, os nômades do deserto, relacionadas com os berberes do Norte Africano. Os tuaregues tradicionalmente se opõem ao governo central. A partir de junho de 1990, ataques armados no norte de tuaregues que buscam maior autonomia levou a confrontos com os militares.

Em abril de 1992, o governo e a maioria facções opostas assinaram um pacto para acabar com o conflito e restaurar a estabilidade no norte. Seus objetivos principais são a permitir uma maior autonomia para o norte e alocação de recursos do governo para aumentar o que tem sido tradicionalmente uma região empobrecida. O acordo de paz foi celebrado em 1996, em Timbuktu, durante uma cerimónia oficial e altamente publicitada chamado Flamme de la Paix - Chama da Paz.

Historicamente, as boas relações entre os grupos étnicos em todo o resto do país foram facilitadas por uma fácil mobilidade no rio Níger e em toda a vasta savana do país. Cada grupo étnico foi tradicionalmente ligado a uma profissão específica, todos trabalhando em estreita proximidade. Os Bambara, malinké e Dogon são os agricultores, os Fulani, Maur, e Tuareg são pastores, o Soninkés ou Saracolés são comerciantes, enquanto o Bozo são pescadores. Nos últimos anos, esta relação mudou como grupos étnicos procuram diversas, fontes não tradicionais de renda.




Apesar de cada grupo étnico fala uma língua diferente, quase 80% dos malianos comunicar em bambara, a língua comum do mercado. Malianos desfrutam de uma relativa harmonia rara nos países Africanos.



Geografia

Mali é um país africano sem saída para o mar na África Ocidental. Mali é o sétimo maior país da África. Limita-se com sete países, a norte pela Argélia, a leste pelo Níger, a oeste pela Mauritânia e Senegal e ao sul pela Costa do Marfim, Guiné e Burkina Fasso. Sua população é estimada em cerca de 13 milhões de habitantes. Sua capital é Bamako.

O território do Mali é essencialmente plano, ainda que esta é uma rota em ocasiões por colinas rochosas. O Adrar des Ifoghas está localizado no nordeste, e as maiores altitudes são as Montanhas Hombori, que ultrapassam a altitude de 1000 metros ao sudeste, e as Montanhas Bambouk a sudoeste.

Os recursos naturais do país são consideráveis. O ouro, o urânio, o fosfato, o caulim, o sal e o calcário são os recursos mais explorados. O Mali enfrenta constantes problemas ambientais, como desertificação, o desmatamento, a erosão do solo e a contaminação da água.


Economia

Em 2006 estimou Mali teve o produto interno bruto (PIB) de US $ 470 o colocaram entre os 10 do mundo as nações mais pobres. A sua riqueza potencial está na mineração e na produção de commodities agrícolas, gado e peixes. As atividades agrícolas ocupam 70% da força de trabalho do Mali e fornecem cerca de 33% do PIB. Algodão, ouro e pecuária representam 80% a 90% das receitas totais de exportação no Mali em 2006.

Pequena escala, a agricultura tradicional domina o setor agrícola, com agricultura de subsistência - dos cereais, principalmente milheto, sorgo e milho - em torno de 90% dos 1,4 milhões de hectares (3,4 milhões de hectares) sob cultivo. O alto custo dos produtos petrolíferos, a queda no preço do mercado mundial do algodão e do ouro, e correspondente perda de receitas aduaneiras exercem pressão sobre a economia e levou o governo a ser muito apertado sobre os desembolsos de caixa nos últimos anos.

A área agrícola mais produtiva se encontra ao longo das margens do rio Níger, entre Bamako e Mopti e se estende para sul, até as fronteiras da Guiné, Costa do Marfim e Burkina Faso. A pluviosidade média na região varia de 50 centímetros por ano (20 pol) em torno de Mopti a 140 centímetros (55 polegadas) no sul, perto Sikasso. Esta área é mais importante para a produção de algodão, arroz, milheto, milho, hortaliças, tabaco e plantações de árvores.

O arroz é cultivado extensivamente ao longo das margens do Níger entre Ségou e Mopti, com a área mais importante produtor de arroz no Office du Niger, localizada ao norte de Ségou em direção à fronteira da Mauritânia. Usando a água desviada do Níger, o Office du Niger irriga cerca de 80.000 hectares de terras para produção de arroz e cana de açúcar. Cerca de um terço de arroz em casca do Mali é produzido na Office du Niger. 



Religião

Aproximadamente 90% dos malianos são muçulmanos e a maioria destes são sunitas. Somente 5% da população é cristã (66 % Católicos e 34% Protestante), os restantes 5% correspondem a crenças animistas tradicionais ou indígenas. O ateísmo e agnosticismo não são muito comuns entre os malianos, a maioria dos malianos pratica sua religião diariamente.

Segundo o relatório anual Departamento de Estado dos EUA, sobre a liberdade religiosa DO Mali informa que o Islã é praticado em Mali, pode ser considerado moderado, tolerante e adaptado às condições locais. As mulheres participam na vida político-socioeconômica, e geralmente não usam véus. A Constituição estabelece que Mali seja um Estado laico e fornece liberdade religiosa.

E o governo respeita amplamente esse direito. As relações entre muçulmanos e praticantes das minorias religiosas podem ser considerada amigáveis, e os grupos missionários estrangeiros (ambos muçulmanos e não muçulmanos) são toleráveis.

-------------------------------------------------------------
 A autêntica experiência de salvação é transformadora. Ou impacta a orientação total da vida ou não é autêntica. John Wesley
-------------------------------------------------------------


Motivos de Oração. 


Resposta à oração

A estabilidade permanente, no meio da pobreza, é motivo de elogios.

Mali permanece como um modelo de democracia e estabilidade em um mar de nações com problemas. O Mali esta livre de golpes de Estado, guerras civis e políticas obscuras de países vizinhos.

Suporta uma forte pressão dos países vizinhos para se tornar um Estado islâmico.



Desafio para a Oração

Dilema socioeconômico do Mali é preocupante. É uma das nações mais pobres do mundo, com pessoas vivendo em média com US $ 1.5/dia.

Cultura do algodão emprega um terço da população, mas é altamente vulnerável às flutuações do mercado mundial e aos produtores concorrentes em outros lugares.

Alfabetismo funcional, baixa escolarização que é inferior a 20%.

Cerca de um quinto das crianças não vão sobreviver à idade de cinco anos, daqueles que o fazem, um terço será desnutridas.

Dois terços do seu território é deserto ou semidesértico e a ameaça de desertificação está sempre presente.

Ore para que os líderes do Mali possam ter sabedoria e discernimento em saber como fornecer saúde, educação, trabalho remunerado e estabilidade a longo prazo para o seu povo.

----------------
Fontes de Pesquisa

http://www.operationworld.org/mali
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mali
http://news.bbc.co.uk/2/hi/africa/country_profiles/1021454.stm#overview
https://www.cia.gov
http://www.state.gov/r/pa/ei/bgn/2828.htm

----------------

Obrigado !!!
Ore !!!
Visite !!!
Divulge !!!
Comente !!!

http://tempodemissaoafrica2010.blogspot.com/
http://twitter.com/TempoMissaoAf#

Deus Abençoe sua vida !!!!!

Tempo de Missão - África 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails