domingo, 22 de agosto de 2010

Evangelizando no Esporte

Evangelizando no Esporte


Na atualidade, o esporte tem-se tornado muito competitivo, em parte financeiramente, mas também agressivo, e desleal. É claro que, durante as competições e jogos, devemos dar o melhor do nosso esforço, pois é o objetivo do esporte, mas precisamos evitar jogadas desleais para com nossos adversários. Cremos que o conceito de vitória no esporte não está somente relacionado à derrota do adversário, mas também em darmos o melhor de nosso esforço, para atingir o
objetivo que temos. Portanto, se demos o máximo, podemos sair com um sentimento de realização, mesmo perdendo a partida. Por termos feito o nosso melhor, reconhecendo e elogiando o mérito de nosso oponente.

"Todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível". I Coríntios 9:25

A competição atlética em si mesma não é errada, o que precisa ser evitado é a motivação errada. Numa competição, podemos focalizar nossos alvos egocêntricos, para provar que somos melhores que os outros, desenvolvendo nosso ego para obter fama.

Em I Coríntios 9:24, descreve como devemos correr a corrida da vida! Neste versículo, o Ap. Paulo trata de nossas vidas espirituais. Devemos correr de tal maneira que GANHEMOS. Tanto na linha de chegada e durante os exercícios da vida, nosso alvo de vida é glorificar a Deus, competir de acordo com as Suas regras, para então tornarmos

"Vencedores aos Seus Olhos".



"Não sabeis vós que os correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que os alcanceis". I Coríntios 9:24

O versículo retrata como se fosse uma batalha contra coisas como: orgulho, avareza, egocentrismo, inveja, amargura, entre outras... E continua ensinando que, se a vida é como competir num jogo, então, muitas coisas da vida podem ser vistas como situações de competição.
Por exemplo: ter boa saúde significa ser vitorioso contra o nosso “oponente”, a doença.

-----------------------------------------------------------------

Devemos competir nos esportes para a Glória de Deus:



"Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus". I Coríntios 10:31

A palavra glória significa "refletir o caráter interior de". Então competir para a glória de Deus significa que ao competir, tanto podemos ganhar quanto perder. Devemos refletir o caráter de Deus!

"Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional". Romanos 12:1



Devemos competir com a motivação apropriada, de acordo com plano de Deus.

O amor de Cristo é a base de nossa motivação, em tudo o que fazemos. Como o atleta cristão pode substituir a sua motivação atual, pela mais alta motivação que vem de Deus?Muitas vezes, nós somos motivados por coisas que podem não satisfazer ou realmente ajudar-nos a alcançar nosso potencial. A satisfação profunda na vida vem de conhecer a Deus.

“Justo é o SENHOR em todos os seus caminhos, e santo em todas suas obras”Salmos 145:17


No centro de toda a motivação, está uma sede incrível de amor perfeito e aceitação perfeita que nunca acaba. O amor de Cristo é perfeito; não é baseado no fato de você ser bem sucedido ou não! Prender-se ao amor de Cristo nos dá a maior e mais consistente motivação interna para alcançar o auge do desempenho. E é dentro desse amor que nós descobrimos os troféus da graça, que são verdade sobre nós, como crentes em Cristo.

Grande exemplo foi Davi que demonstrou a atitude de um atleta completo, não tinha idade para ser convocado, foi enviado por seu pai com comida e suprimentos para seus irmãos. O campeão dos filisteus, um gigante, com mais de três metros de altura. Golias dirigia-se ao meio do vale e amaldiçoava o Deus de Israel. Davi, um adolescente que temia a Deus, não podia permitir que um "mero" gigante afrontasse a Deus, sabia que Deus haveria de livrá-lo, como já havia feito anteriormente, em outras situações. Ele sabia que estava perfeitamente seguro aos cuidados de Deus.

A Bíblia diz que Davi correu rapidamente para alinha de batalha. Ele possuía confiança absoluta em Deus. Quando Davi confrontou Golias, gritou para o gigante:

"Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em Nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos Exércitos de Israel, a quem tens afrontado". I Samuel 17:45

O alvo imediato de Davi era derrotar Golias, mas o seu objetivo geral era o de glorificar o Deus vivo! Tudo o que Davi possuía era fé em Deus e o talento que Deus lhe havia dado. É óbvio que Davi era fisicamente inferior a Golias. Mas ele foi obediente em usar o que possuía espiritual, mental e fisicamente, para glorificar a Deus. Davi demonstrou a atitude de um atleta completo.


Evangelizar é como um esporte que necessita de técnica, treinamento e muita dedicação. Tendo sempre como objetivo;

“O GRANDE AMOR DE JESUS PARA SALVAR VIDAS”


“Se não fosse por minha fé em Cristo, a contínua devastação de vidas, devido a má conduta, me abateria. Pois é uma batalha, mas se pelo menos uma pessoa mudar por eu ter permanecido fiel a Cristo, já terá valido a pena”!

A toda honra, toda glória para o PAI ALTISSIMO!

Para saber mais acesse - JMM - Missões Mundias - http://www.jmm.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3287&Itemid=301

Blog Expedição Mochila - http://www.em.org.br/blog/

===============================================

Obrigado !!!

Ore !!!
Visite !!!
Divulge !!!
Comente !!!

http://tempodemissaoafrica2010.blogspot.com/

Deus Abençoe sua vida !!!!!

Tempo de Missão - África 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails